Como Funciona a Libido Feminina

Quando fala ou ouve falar em relações sexuais você sente-se apática em relação ao tema ou fica excitada e pensa no tempo que faltará para poder estar na cama com o seu parceiro?

A resposta a esta pergunta pode indicar precisamente como anda a sua libido, o seu desejo sexual.

Aquilo a que chamamos libido é o desejo sexual que temos em geral ou por determinada pessoa e esse desejo está relacionado com diversos fatores da sua vida, como:

  • O grau de intimidade que tem com o seu parceiro.
  • O amor que sente pelo seu parceiro.
  • O nível das suas hormonas.
  • O nível de estresse ou de cansaço que sente.
  • O seu nível atual de saúde e bem estar pessoal.

Todas estas coisas têm uma forte ligação com o desejo sexual de uma mulher e não chega dizer que a libido está baixa e que é preciso aumentar a libido da mulher como por milagre, se algo de entre estas coisas não estão como deviam estar.

Existem vários remédios naturais que são vendidos online e muitas ervas isoladas que podem ser usadas para aumentar a libido de uma mulher, principalmente quando o problema tem a ver com as suas hormonas ou com o seu estado psicológico.

Mas se o problema está no relacionamento em si – na fraca atração pelo seu parceiro ou em conflitos que possam ter como casal, o efeito desses remédios naturais terá um impacto muito pequeno na resolução do problema.

Como funciona a libido em um relacionamento?

Embora com os anos que vão passando, tanto na idade da mulher como no tempo da relação, esta tenha tendência para esmorecer ou mesmo quase fazer desaparecer uma boa libido, devido ao sexo monótono e repetitivo que ao longo dos anos vai perdendo o interesse, a verdade é que há mulheres, casais, que conseguem manter essa chama ativa ao longo dos anos.

Não é fácil manter o desejo em níveis altos ao longo que o tempo vai passando, mas alguns casais recorrendo ao diálogo aberto e frontal, à procura de quebrar a monotonia experimentando novas formas, posições e sítios e, principalmente, devido ao forte amor / atração que sentem um pelo outro conseguem manter essa chama ativa.

O efeito das hormonas na libido da mulher

Ao longo dos anos e, principalmente, quando a mulher chega à menopausa, a tendência para a libido baixar é grande. Não quer dizer que acabe mas torna-se mais difícil manter uma libido forte quando o próprio sexo não é tão apelativo, ou quando é mesmo doloroso devido à diminuição da lubrificação (principalmente quando atingem a menopausa).

Neste caso os remédios naturais são a melhor ajuda que a mulher pode ter para restaurar a sua libido, pois existem diversos suplementos com ervas afrodisíacas, que aumentam o desejo, como com ervas que ajudam na resposta aos estímulos do seu parceiro, aumentando os níveis de lubrificação e de prazer sentidos durante o ato.

A libido (o desejo) e a resposta aos estímulos são coisas completamente diferentes mas que estão por norma relacionadas. Uma mulher com uma libido forte, um alto desejo sexual, por norma responde facilmente aos estímulos do seu parceiro. Por seu lado um mulher que tenha prazer no sexo, e que por isso mesmo responda positivamente ao avanço do seu parceiro, também, por norma, tem um desejo maior.

Por isso ao tratar um dos problemas ajuda-se a tratar igualmente o outro e, embora os remédios naturais não sejam todos iguais a maioria tem ingredientes que atuam nestas duas frentes.

Como os problemas psicológicos afetam a libido?

A maioria dos problemas relacionados com uma libido baixa, tanto na mulher como no homem, tem por norma uma causa psicológica, sendo as principais:

* A depressão que é a maior assassina da libido.

* O estresse que tem um forte impacto na vida de qualquer pessoa, principalmente quando se trata da vida sexual.

* A ansiedade relacionada com um problema pessoal, profissional ou no próprio relacionamento afeta fortemente a libido, deixando a mulher sem vontade para quase nada, muito menos para pensar em sexo.

Truques naturais para aumentar a libido de uma mulher

Transe mais vezes, mesmo que às vezes a vontade não seja muita. O sexo é uma coisa aditiva, quanto mais vezes fizer mais vezes vai pensar em ele e quanto mais vezes pensar nele mais vontade vai ter em o fazer. Esta bola de neve positiva pode-se criar facilmente se houver predisposição para começar.

Você pode começar esta “bola de neve positiva” das duas maneiras: fazendo mais sexo para poder pensar mais nele. Ou começando a pensar mais nele e no seu parceiro de modo a que tenha mais vontade de o fazer.

Para isso é preciso intimidade entre o casal. O sexo não se pode abordar apenas como o ato sexual mas como a relação toda num só. Para haver vontade é preciso haver intimidade física e psicológica – quer dizer que o contato físico entre os parceiros ao longo do dia e as palavras românticas ditas um ao outro contam muito para que o ato depois aconteça naturalmente, sem necessidade de ser planeado ou forçado.

Faça passeios ao ar livre, a pé e de preferência ao sol. Um passeio de mãos dadas por um parque ao fim da tarde, quando ainda existe luz solar a bater-lhes na cara, pode fazer mais pela sua libido do que muitos remédios.

Se for do agrado dos dois experimente tomar banho de imersão em conjunto. Um bom banho quente, descontraído, com algumas brincadeiras à mistura também pode ajudar a levantar a sua libido facilmente.

Se quer aumentar a sua libido o principal objetivo é não ficar parada. Tome a iniciativa. Fale com o seu parceiro, passeie com ele, dê-lhe mimos e procure retorno, ao mesmo tempo que escolhe um bom suplemento, que lhe possa dar o empurrão inicial, e a sua libido ficará forte e resistirá a todos os contratempos que lhe aparecerem pela frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *